in

Passo a passo conseguir seu implante dentário gratuito pelo SUS

PUBLICIDADE

Está precisando de um implante dentário, mas não sabe como conseguir ou não tem condições de prover um? Fique tranquilo! Neste artigo estaremos explicando o que são implantes dentários, como funcionam, quem pode fazê-los e como conseguir um gratuitamente! 

Como funciona um implante dentário?

Implantes dentários são cirurgias para reposição de dentes. Um cilindro de titânio é colocado em um buraco no osso, abaixo da gengiva onde ficava o dente, simulando a raiz desse dente. Depois é colocado, em cima do cilindro, o novo dente. 

Para quem é indicado fazer o implante dentário?

PUBLICIDADE

Pessoas que, por algum motivo, perderam o dente total ou parcialmente, ou ainda tem o dente mas necessitam que seja extraído por motivos de saúde.

Pessoas que procuram fazer o implante por motivos estéticos não recebem recomendação para isso. Tal fim requer métodos mais indicados para o caso.

Quais os exames requisitados para colocar esse implante?

PUBLICIDADE

Para realizar um implante dentário faz-se necessária a avaliação do osso da mandíbula que fica abaixo da gengiva. Para isso é essencial pelo menos um dos exames citados a seguir:

  • Radiografia Panorâmica: Esta mostra  a altura e a situação em que o osso se encontra no momento.
  • Tomografia Computadorizada: Esta mostra com mais precisão a altura e largura desse osso, possibilitando um melhor planejamento da cirurgia e evitando complicações e surpresas desagradáveis durante o procedimento.

É recomendada a execução de outros exames complementares além dos citados acima, para ter conhecimento sobre a situação de saúde do paciente e identificar possíveis infecções, desproporcionais taxas de glicose, entre outras complicações.

Há alguma contraindicação para fazer essa cirurgia?

Um bom estado de saúde é muito importante para quem deseja fazer um implante dentário. 

Diabéticos, hipertensos, pessoas com anemias, com infecções e com doenças crônicas devem realizar a operação somente se estiver sob acompanhamento médico e tomando medicação regularmente. 

Há contra indicação principalmente para dois casos específicos:

  • Pacientes que fazem uso de medicamentos da classe dos bifosfonatos, como por exemplo os utilizados em neoplasias malignas, doença de Paget e alguns casos de osteoporose, porque esse tipo de medicamento inibe a remodelação óssea, e já existem relatos de associação com a necrose óssea.
  • Crianças, adolescentes e jovens que ainda não  tenham completado totalmente o ciclo de crescimento ósseo, pois depois da osseointegração os implantes não mudam de posição, portanto não seguem o crescimento da face.

Como é colocado o implante dentário?

A maneira mais tradicional de se colocar um implante dentário é através do uso da tomografia computadorizada, onde é programada a cirurgia no computador antes da boca, ou seja, é simulada a instalação do implante virtualmente  para melhor planejamento e precisão por parte do profissional que efetuará a operação. 

No momento em que dar-se-á de fato a cirurgia, o paciente é anestesiado normalmente, então é feito um corte, ou incisão, com o bisturi para assim ser possível a visualização da área em que se pretende fazer a instalação do implante no osso. Após o implante ser devidamente instalado, são feitas e colocadas as suturas para unir os bordos da gengiva novamente.

O tempo para a execução desse procedimento pode variar, dependendo de cada caso, entre uma e duas horas, dependendo também da quantidade de implantes a serem efetuados.

Após esse momento, é necessário  aguardar por alguns meses para finalmente colocar os dentes definitivos. Esse tempo de espera é de oito meses na maioria dos casos.

Quais cuidados deve-se tomar antes e depois de efetuar um implante dentário?

É importante que quem deseja fazer um implante dentário tenha consciência do que está pretendendo fazer  e quais são as possíveis consequências disso, antes mesmo de fazer a cirurgia.

Para fazer esse implante não é necessário que o  paciente esteja em jejum, pelo contrário, é muito importante que o paciente esteja bem alimentado, é indicada uma alimentação reforçada com algumas horas de antecedência da cirurgia.

Alguns cuidados devem ser tomados após a realização da cirurgia: Nas primeiras 12 horas é recomendado que o paciente se alimente apenas de líquidos e que estes estejam em baixas temperaturas, e que depois ele passe para uma alimentação mais pastosa, voltando à sua alimentação normal somente 24 horas após a cirurgia.

O indivíduo também deve evitar atos que possibilitem o aumento do sangramento, como por exemplo fazer bochechos ou cuspir, e deve usar um travesseiro grosso para dormir, deixando a cabeça mais alta que o corpo.

Também é importante esperar alguns dias para fazer qualquer esforço físico, assim como trabalhar exposto ao sol. Recomenda-se evitar situações onde é preciso falar muito.

Qual o valor de um implante dentário? 

Para fazer um implante dentário particular aqui no Brasil, usando material nacional, o custo pode chegar a R$ 3.500,00 e, se for importado, o preço pode chegar a R$ 16.000,00.

Mas é possível, para todo cidadão brasileiro, fazer um implante gratuito através do SUS graças ao programa Brasil Sorridente criado em 2004. O implante dentário e a ortodontia fazem parte deste programa desde 2011.

Como solicitar e conseguir o implante gratuitamente pelo SUS?

Para tal fim é importante que você tenha o Cartão do SUS cadastrado na cidade. Infelizmente existem somente 19 cidades em todo o Brasil que fazem o implante dentário pelo SUS atualmente. Você pode verificar quais são essas cidade pelo site.

Após averiguar se sua cidade faz o implante, você deve ir com seu cartão do SUS até a unidade de saúde mais perto de sua casa e manifestar sua vontade de fazer a operação. Os profissionais do posto irão avaliar e encaminhar para um especialista se houver necessidade.

A consulta com o especialista será agendada, podendo demorar de 30 a 90 dias. O especialista avaliará sua situação e urgência, solicitará os exames necessários e então irá te encaminhar para a lista de espera do SUS.

Os casos com prioridade no SUS são os que decorrem de acidentes, perdas de dentes importantes como por exemplo os da frente, ou quando há dificuldade na mastigação. 

Quem pode colocar o implante gratuitamente pelo SUS?

Pacientes com condições físicas avaliadas pelo dentista da Unidade Básica de Saúde e encaminhados para um dos Centros de Especialidades Odontológicas (CEO) – Brasil Sorridente.

Outros requisitos: Ser maior de 18 anos; ter uma boa condição periodontal; espaço protético adequado; oclusão adequada; não ter doença sistêmica.

O limite é de 6 implantes por pessoa. Caso necessite mais implantes, o paciente deverá aguardar dois anos e procurar novamente o serviço.

Outros tratamentos odontológicos gratuitos pelo SU

Além dos implantes dentários, o SUS oferece gratuitamente a retirada dos sisos, cirurgias dentárias como o tratamento de canal, tratamento de cáries e gengivas, exames de câncer bucal, entre outros.

As faculdades de odontologia podem servir como opções alternativas ao SUS. Visto que os alunos necessitam de pacientes para as práticas, essa pode ser uma maneira de receber tratamento odontológico por um preço acessível.

E é isto! Como vimos no artigo, é possível para todo cidadão brasileiro ter acesso a um bom tratamento e implante dentário através do SUS! Corre lá que logo logo sua saúde dentária estará novinha em folha! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *